A MaaS e a mobilidade em constante mudança

transito cidade

Como o congestionamento, os custos elevados e as questões ambientais tornam a propriedade de automóveis pessoais em cidades numa experiência cada vez mais frustrante e, como a tecnologia começa a oferecer alternativas mais atrativas.

Assistimos ao abandono dos modos individuais de transporte em prol de soluções alternativas de mobilidade, consumidas como um serviço.

A mudança para a Mobilidade como um Serviço (MaaS) surge na sequência da alteração das perceções públicas: as pessoas veem cada vez mais o transporte como algo que compram a pedido e como uma experiência de mobilidade personalizada. Esta tendência é sustentada pelos novos fornecedores de serviços de mobilidade, como serviços de partilha de viagem e chamada eletrónica, programas de partilha de bicicletas e de veículos, bem como serviços de autocarro a pedido. 

A ERTICO, uma parceria público-privada de 120 membros do setor da mobilidade, trabalha para o desenvolvimento de um serviço MaaS pan-europeu para garantir a utilização ágil da mobilidade na Europa. Com este objetivo em mente, a ERTICO reuniu 45 empresas e organizações numa Plataforma de Inovação para trabalhar com vista a tornar real a mobilidade ágil.

O principal conceito por trás da MaaS consiste na combinação dos modos de transporte público, privado e partilhado para oferecer soluções de mobilidade multimodais, integradas e digitais para as pessoas e mercadorias, com base nas suas necessidades de viagem. As vantagens são múltiplas e abrangentes. Ao eliminar os incómodos e fornecer escolhas na planificação de trajetos do ponto de partida ao de chegada, a MaaS permite aos consumidores viajar da maneira que melhor lhe corresponder. Além disso, uma vez que integra vários modos de transporte diferentes, as soluções MaaS podem potencialmente limitar o número de veículos nas estradas, contribuindo para a redução dos engarrafamentos e poluição das cidades. Uma preocupação manifestada sobre os serviços de transporte de terceiros prende-se com o seu impacto negativo nos transportes públicos tradicionais. Contudo, trata-se de um mal-entendido: ao remover a barreira primeiro/último quilómetro e ao servir mais eficientemente itinerários que requerem normalmente um nível mais elevado de subsídios em transportes públicos, as soluções complementares de mobilidade podem aumentar a cobertura e atratividade dos serviços de transportes tradicionais. A MaaS pode ainda aliviar a pressão nas redes, através da utilização mais efetiva das infraestruturas existentes e da criação de economias de escala. 

“O real interesse da Mobilidade como um Serviço é que, agora, é o utilizador final, o passageiro, quem decide. Pela primeira vez na história do transporte, não é o utilizador que deve adaptar o seu comportamento de mobilidade com base no aprovisionamento. Em vez disso, existem serviços que correspondem às nossas atuais necessidades de mobilidade – e não apenas às de um utilizador anónimo médio. Tal é possibilitado por soluções técnicas avançadas e a coexistência sinergética de serviços de transporte inovadores e estabelecidos.Ao combinar vários serviços de transporte, podemos oferecer opções atrativas de mobilidade, também para aqueles cujas necessidades não foram plenamente satisfeitas pelos serviços tradicionais de transporte público. A integração é a palavra chave,” diz Piia Karjalainen, coordenador da Aliança MaaS na ERTICO – ITS Europe.

A MaaS é possível ao combinar os fornecedores de serviços de transporte, desde o transporte público, privado e partilhado, através de um ponto de acesso comum que permite aos viajantes criar e gerir as suas viagens e pagar pelos diversos modos de transporte utilizados com uma única conta.

MinRejseplan

Esse tal ponto de acesso é a nova aplicação multimodal MinRejseplan, uma nova versão da aplicação Rejseplanen (JourneyPlanner - Planificador de viagem). A aplicação MinRejseplan permite aos viajantes planearem a sua viagem utilizando um leque de modos de transporte e mobilidade de comboios, autocarros e metro a bicicletas, táxis, carpooling e partilha de veículo. 

Ao estender a atual versão e funcionalidade dos sistemas da Rejseplanen, a MinRejseplan oferece melhores escolhas entre os diversos meios de transporte e, uma funcionalidade totalmente nova, integra os modos de mobilidade pública e privada. Neste sentido, torna-se mais fácil, para os viajantes, selecionar os modos de transporte verdes ou de massa.

Foco na MaaS no ITS World Congress

A aplicação poderá ser descarregada na App Store e no Google Play a partir de setembro de 2018, pouco antes do arranque do ITS World Congress, e será testada por delegados durante a semana do Congresso. Na realidade, a MinRejseplan é um projeto de demonstração no Congresso e os copenhaguenses poderão guardar a aplicação se o teste for um sucesso e encontrado financiamento.

A MaaS é um dos assuntos chave do ITS World Congress deste ano, que decorrerá de 17 a 21 de setembro de 2018, no Bella Centre de Copenhaga. O ITS é o maior congresso internacional para os sistemas de transporte inteligente (ITS) e, este ano, o Congresso espera receber mais de 4000 delegados, 10 000 participantes e 400 expositores de todo o mundo.

Serão organizadas muitas sessões em torno da MaaS no ITS World Congress 2018. Destacamos:

  • PL02 Garantir Serviços de Mobilidade Integrada
  • ES05 MaaS: Mobilidade ágil e sem esforços
  • ES02 Os cidadãos em primeiro lugar no design da mobilidade
  • SIS75 Dragon’s Den – Promessa do serviço MaaS e o futuro dos transportes públicos
Para ver o programa na íntegra, clique aqui
Para registar-se e participar no Congresso, clique aqui

SIGA-NOS

Facebook    LinkedIn   YouTube

ENVIE UM EMAIL

Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

LIGUE-NOS

Tel. (+351) 213 104 166
Fax (+351) 217 816 009

ONDE ESTAMOS

Av. da República, 6 - 7º Esq
1050 - 191 Lisboa, Portugal

PARCEIROS

ITS Nationalsertico